Gemidos em noite de lua cheia

 tudo issoTudo começou em uma pequena e modesta igreja, aonde o jovem padre Luan  aconteceu há muitos e muitos anos, em um vilarejo próximo ao Pico do Jaraguá. conseguia com muito esforço, melhorias para a igreja e cada vez mais fiéis eram atraídas com seus sermões apaixonantes e revolucionários. O que os fiéis não sabiam, até então, era de um segredo sepulcral que o padre Luan guardava, que o dividia entre a responsabilidade e os votos sagrados da igreja e o imenso e incontrolável amor por Gabrielle. Era um verdadeiro tormento que carregava. Em suas missas, os olhares se cruzavam e a promessa de amor ficava no ar, despertando o desejo do próximo encontro e, fazendo com que o último ficasse tão presente. Enquanto padre Luan fazia o ritual da hóstia sagrada no altar, Gabrielle o admirava com aquela mesma batina e estola que foi cuidadosamente tirada e deixada no chão junto ao seu vestido para que pudessem se amar. Lembrava, dos mesmos lábios que agora beijavam a hóstia, que tocaram sua boca em beijos intensos e ardentes, deslizando por seu pescoço até chegarem em seus seios ofegantes, beijando e mordiscando seus mamilos. Sentia seus cabelos negros entre seus dedos que com gestos de carinho, puxava seu rosto de encontro ao seu corpo, onde cada pedacinho era delicadamente explorado por seus lábios, por suas mãos, seu corpo, demonstrando o quanto a amava, o quanto a desejava. Gabrielle o tocava, correspondendo a tudo o que sentia, beijando suas costas, seu rosto, sua boca, seu peito, suas pernas, suas coxas,.... Amarram-se até seus corpos se unirem em um único corpo, suas vidas em uma única vida, suas paixões em uma única paixão. Mas, em uma noite de lua cheia, algumas pessoas (parte delas beatas), foram atraídas por sons de gemidos de prazer, que vinham de uma gruta, onde o padre Luan e Gabrielle acabaram sendo descobertos. As pessoas acusaram Gabrielle de bruxa e de ter enfeitiçado e seduzido padre Luan. Revoltadas, os apedrejaram até a morte. Hoje essa gruta é visitada por pessoas que vivem amores impossíveis, onde deixam seus pedidos à luz de velas, na esperança de um dia serem atendidas. Outras pessoas a temem e juram ouvir até hoje em noites de lua cheia, seus gemidos de prazer se transformando em gemidos de dor e sofrimento

Comentários