Bar Com Desenhos de Jogadores Nas Paredes

Pedrinho era um garoto, de cinco anos de idade, que adorava futebol e morava num bairro chamado São Francisco localizado na cidade de Curitiba. Sua mãe, dona Laura, nunca deixava o filho brincar na rua, pois diziaque era muito perigoso. Um belo dia esta mulher arranjouum emprego e contratou uma empregada, dona Maria da Paz, para cuidar da casa e da criança. Então, certa hora,Pedrinho deu um jeito de despistar a babá, pegou sua bola e foi brincar na rua. Na esquina da sua casa, ele avistou um bar muito colorido. Deste jeito o moleque entrou no estabelecimento e ficou encantado com o local, pois nas paredes tinham figuras pintadas de jogadores de futebol. Então o menino encarou uma destas gravuras e exclamou: - Se Papai do Céu quiser, um dia serei um grande craque igual a você! Após isto Pedrinho sentiu queo atleta piscou para ele. De repente, o garoto viu a alma daquela pintura saindo do desenho e vindo em sua direção. Deste jeito o espíritoperguntou-lhe: - Vamos jogarum pouco? O garoto respondeu: - É claro! Assim esta criança e aquele desenho de jogador de futebol ficaram amigos. Então, todos os finais de tarde, Pedrinho dava um jeitode “tapiar” a empregada parapoder brincar com o seu novo amigo. Porém, o que aquela criança não sabia é que na mesma rua do bar havia uma bruxa muito má, que matava crianças nos seusfeitiços, chamada Loló. Ela tinha inveja da alegria dos freqüentadores da lanchonete, com jogadores pintados na parede, e estava de olho nos moleques da rua.Num destes finais de tarde, após ter brincado com o espírito do jogador, Pedrinhoestava voltando para casa. Quando, de repente, Loló apareceu no seu caminho e disse: - Menininho, você quer uma montanha de doces? O pequeno respondeu: - Sim. A bruxa disse: - Então, venha até a minha casa. O moleque foi até a casa da idosa. Porém quando ele entrou no quarto dela, a feiticeira tentou amarrar o pobre, que gritou: - Socorro! Assim a alma do jogador de futebol, que estava pintado no bar, apareceu e jogou um aquário, que estava na estante do quarto, em cima da cabeça da velha. Desta maneira a criança saiu correndo. Mas o espírito encarou a feiticeira que exclamou: - Ainda me vingarei de você e de todas as pessoas que freqüentam aquela lanchonete! Então Loló fez denúncias falsas contra o bar para a imprensae para as autoridades competentes. Após isto tudo a feiticeira viajou para o exterior. Hoje o bar está em reforma e reabrirá, brevemente, com novidades. Por isto Pedrinho está ansioso para encontrar seu amigo, nesta lanchonete, novamente. Luciana do Rocio

Comentários