Lenda do Cemitério caminho do céu

Este causo foi contado por dona Gerusa, que me autorizou a colocá-lo na Internet, desde que mudasse os nomes dos personagens: Em 2008, na cidade de São José dos Pinhais, havia um casal de namorados: Patrícia e Henrique. Os dois namoravam às escondidas, pois as famílias eram inimigas.Já no primeiro mês de namoro, Patrícia e Henrique realizaram o famoso Ritual doAmor Eterno, onde, numa noite de Lua cheia, os namorados cortam um pedaço de pele de cada um, unem suas gotas de sangue efalam em voz alta: - Nem a morte separará a gente! No meio da magia, a garota complementou: - Mesmo se eu falecer antes de você, o meu corpo esperará seu cadáver. Portanto, se você morrer, antes de mim, o meu corpo procurará o seu com o objetivo de descansarmos juntos no mesmo túmulo. Porcoincidência, um ano depois,a moça morreu de Gripe A e foi enterrada num cemitério chamado Caminho do Céu. Assim, Henrique entrou em depressão profunda e virou dependente químico. Em 2010, este rapaz foi assassinado por causa de dívidas com traficantes. Destejeito ele, também, foi enterrado no Cemitério Caminho no Céu, num túmulo muito distante do mausoléu de Patrícia. Em 2011, o corpo do moço precisou ser desenterrado para um tipo de autópsia. Mas, a sua família ficou assustada ao ver que outro cadáver estava junto do rapaz. Assim, a perícia concluiu que a outra pessoa era Patrícia, sua ex-namorada.Reza a lenda que neste cemitério chamado Caminho do Céu são comuns fenômenos desta espécie acontecerem.

Comentários